Imagen
 
30 TESES (Propósito) | A TRANSPARÊNCIA (Capítulo I) | A COMUNICAÇÃO (Capitulo II) | A EDUCAÇÃO (Capítulo III) | A CORREGEDORIA (Capítulo IV) | A SEGURANÇA (Capítulo V) | O CENTRO DE CONVENÇÕES (Capítulo VI) | OS PRÊMIOS (Capítulo VII) | AS LACRAS (Capítulo VIII) | A BRIGADA DE INCÊNDIOS (Capítulo IX) | A MOTIVAÇÃO (Capítulo X) | A ESCOLA DE FORMAÇÃO DO SERVIDOR (Capítulo XI) | A SAÚDE (Capítulo XII) | O ESPORTE (Capítulo XIII) | COMPRAS E LICITAÇÕES (capítulo XIV) | SACI: SERVIÇO DE AUXÍLIO AO CIDADÃO (Capítulo XV) | POLÍTICA TRIBUTÁRIA(Capítulo XVI) | AS SINGULARIDADES (Capítulo XVII) | O PORTAL DAS ÁGUAS (Capítulo XVIII) | A POLÍTICA DA COMPETÊNCIA I (Capítulo XIX) | A POLÍTICA DA COMPETÊNCIA II (CAPÍTULO XX)| | POLÍTICA CULTURAL (Capítulo XXI) | POLÍTICA PARA A JUVENTUDE (Capítulo XXII) | PLANO DIRETOR (Capítulo XXIII) | REESTRTURAÇÃO DAS SECRETARIAS MUNICIPAIS (Capítulo XXIV) | O BALNEÁRIO COMO AUTARQUIA (Capítulo XXV) | O CAMINHO DO SOL (Capítulo XXVI) | NOSSA PRÓPRIA ÁGUA (Capítulo XXVII) | ASSISTÊNCIA SOCIAL (Capítulo XXVIII) | ASSESSORIA DE IMPRENSA (CAPÍTULO XXIX)| O QUE ESPERAMOS(Capítulo XXX) |
 
A MOTIVAÇÃO (Capítulo X)
   
 
A MOTIVAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL
Sabendo que a motivação é essencial para o sucesso de qualquer atividade humana, o grande desafio é fazer com que as pessoas mantenham ao longo do tempo o mesmo entusiasmo que apresentam ao ingressar em cada serviço e, quando se trata do serviço público, o desafio é ainda maior.
Apesar de muito valiosa, a motivação é frágil e sua única fonte é a própria pessoa que sofre influência direta do meio, portanto, quando o ambiente de trabalho não é saudável é praticamente impossível manter a motivação de seus integrantes e, infelizmente, esta é a realidade de vários setores do serviço público municipal, estadual e federal.
No serviço público há um círculo vicioso em que os servidores se sentem desvalorizados e esquecidos pelos governantes e desprestigiados pelos usuários dos seus serviços, enquanto que o governo não conta com a garantia da fidelidade de servidores que não escolheu e, por fim, aos cidadãos contribuintes resta submeter-se ao resultado disto tudo que, às vezes, chega ao descaso.
Para criar um ambiente propício ao resgate e à manutenção da motivação do servidor público é preciso quebrar este círculo vicioso por meio de medidas concretas que valorizem os bons servidores, criando mecanismos objetivos para que os usuários ajam como verdadeiros clientes, exigindo um serviço público de qualidade e separando os que servem o público daqueles que se servem dele.
Vários fatores internos e externos desmotivam os servidores públicos, em especial, os das áreas que não contam com plano de carreira bem definido, como:
* a cultura egocêntrica daqueles que sempre julgam que o salário está abaixo do ideal e, por isso, atendem mal o público;
* a estabilidade, que é conferida exatamente para garantir uma prestação de serviço igualitária e com qualidade, mas acaba fazendo com que o servidor se acomode e pior, atenda o cidadão como se estivesse lhe fazendo um favor;
* a constatação de que muitas decisões políticas superam as decisões técnicas e os fartos exemplos de corrupção também desmotivam os servidores;
* a inevitável convivência com servidores mais antigos desmotivados que passam metade de suas vidas reclamando do serviço, mas que por comodismo ou incompetência não o deixam;
* a famigerada idéia popular de que o servidor público não gosta muito de trabalhar também acaba sendo um fator que o desmotiva cada vez mais;
* a falta de pessoal e de meios para atender a demanda que cresce a cada dia;
* a nítida falta de comprometimento com o trabalho público por parte de vários chefes que não estabelecem objetivos e metas para os administrados e exigem resultados de acordo com os interesses do momento;
* a percepção inequívoca de que, às vezes, o serviço público é usado com fim eleitoreiro também tira a satisfação de qualquer atividade.
Assim, o cultivo da motivação no serviço público exige programas permanentes que conscientizem cada servidor de que:
* ser remunerado para facilitar a vida do próximo é um privilégio e, em última análise, esta é a razão de sua atividade;
* para cada usuário do serviço público o seu problema é o mais grave;.
* cada um deles representa o serviço público como um todo;
* a imagem do funcionalismo público pode e deve ser melhorada, a partir da excelência no atendimento a cada cidadão e do entusiasmo de cada servidor;
* em seu próprio benefício, deve manter o entusiasmo do início da carreira, não se deixando contaminar pelos pessimistas de plantão.
Desta forma, como o serviço público é o que o poder público oferece a seu povo é fundamental que cada servidor, naquilo que couber, seja preparado e valorizado com gestão similar à da iniciativa privada. Por outro lado, cada servidor público tem de se valorizar e perceber a relevância de seu trabalho, independentemente da remuneração e do reconhecimento alheio.
Enfim, “feliz da comunidade que conta com servidores públicos motivados e que têm orgulho em servi-la”.

(Antônio de Carvalho)